Microfisioterapia em crianças

As doenças e transtornos que têm origem nas emoções e traumas vividos ao longo da vida não são exclusividades dos adultos. Crianças também sofrem com os acontecimentos pelos quais passam – por vezes até desde o ventre materno.

Esses traumas podem se refletir em alergias, insônia, irritabilidade, dificuldade de aprendizado e até depressão. Tendo origem emocional, os medicamentos e tratamentos convencionais conseguem atuar no alívio dos sintomas, mas não atingem o resultado esperado de cura. Quando isso acontece, há tratamentos alternativos que podem se somar ao tradicional em busca do bem-estar infantil, atuando na causa primária da doença em questão.

A microfisioterapia é uma das técnicas. Por meio de leves toques, o fisioterapeuta habilitado identifica os locais onde as células foram afetadas no corpo e passaram a provocar sintomas. O local é também um indicativo do tipo de trauma sofrido e quando ele ocorreu, ajudando a criança a superar o problema e voltar a ter um organismo saudável que funciona como uma máquina bem regulada.

Costumamos comparar a técnica a um mapa – da mesma forma que ele nos orienta pelas ruas, cidades e países, a microfisioterapia usa das células do nosso corpo como um mapa que indica onde há deficiências. Não há contraindicação e o procedimento não é invasivo, sendo bem aceito entre os pequenos. O resultado é o caminho da cura bem guiado pelo mapa que carregamos em nosso próprio corpo.

Fonte: Instituto Salgado

Gabriela Cordeiro

Fisioterapia / Microfisioterapia

CREFITO 3/101682-F

Compartilhar!

    No Comments Yet.

    Leave a comment

    You must be Logged in to post a comment.