Psicologia

 

O que é Psicologia?

É o estudo científico dos processos mentais e do comportamento do ser humano e suas interações com o ambiente físico e social. Ela procura descrever sensações, emoções, percepções e outros estados motivadores do comportamento humano.

 

O que é Psicoterapia?

É um método de tratamento de problemas psicológicos, tais como depressão, ansiedade, dificuldades de relacionamento, entre outros problemas de saúde mental, cujo intuito é produzir um conhecimento sobre o sujeito, englobando diversos aspectos da sua vida.

O Psicólogo, através do processo de Psicoterapia, auxilia o sujeito a vislumbrar e “construir” novas maneiras de lidar consigo mesmo e com o mundo, atuando tanto na redução do sofrimento, quanto na identificação e desenvolvimento de potenciais.

A Psicoterapia pode ser útil em diferentes momentos da vida e durante as diversas fases do desenvolvimento humano, inclusive durante a infância. Assim como o adulto, a criança sente medo, tristeza, frustração e raiva, mas diferentemente dele, ela não sabe expressar em palavras suas angústias. Sendo assim, o psicólogo utiliza instrumentos com os quais a criança se identifica, tais como brinquedos e brincadeiras, jogos, desenhos, histórias, entre outros, tendo a possibilidade de conhecer mais sobre a mesma, seus comportamentos, suas emoções e sentimentos; criando um espaço que tem como objetivo favorecer a expressão de sentimentos e emoções, melhorar a auto-estima, facilitar a resolução de conflitos, estimular autonomia e independência, restabelecer o equilíbrio emocional, promover o bem-estar da família e contribuir para o desenvolvimento biopsicossocial da criança.

É fundamental, para processo de psicoterapia da criança, o envolvimento dos pais através de sessões de orientações, onde passam a entender o que ocorre no contexto familiar e o que pode estar gerando ou mantendo o problema do filho, bem como aprender formas alternativas de ajuda-lo.

Adultos, Adolescentes, Individual, Grupo

A Psicologia enquanto profissão trabalha no sentido de diminuir ou eliminar o sofrimento psíquico das pessoas, oferece condições para elaboração de traumas, medos, buscando compreender os caminhos interativos da psique e do corpo.

No acompanhamento de adultos e adolescentes, é saber escutar, observar. Muitos dos conteúdos inconscientes não se traduzem somente em palavras, mas em tensões corporais, gestos ou atitudes e a partir da técnica, propõe-se a intervenção necessária. A atenção psicológica não é somente a solução dos problemas trazidos, mas a busca da causa, que se revela a partir do acompanhamento terapêutico. Os sintomas, as doenças, são a consequência e não a causa dos problemas para as várias situações de ansiedade, angústia ou depressão.

Nos atendimentos, são abordados aspectos psicossociais identificando fragilidades, buscando proporcionar condições para o desenvolvimento de potencialidades, vai além de desvendar porquês, descobrir causas, mas busca compreender qual a finalidade, para que e em direção a que os acontecimentos nos encaminham.

A Psicologia direcionada também ao cuidador da criança, seja pai, mãe ou responsável proporciona condições para além do que se espera dos cuidados básicos, é que seja capaz de compreender, conter e eventualmente atribuir significados adequados às experiências emocionais da criança.