Entenda a importância da consulta pré-natal com o Pediatra – o que toda gestante precisa saber

A consulta da gestante com o pediatra é recomendada em todas as gestações, tanto nas de alto risco como as de baixo, sendo hoje inclusive uma recomendação da própria Sociedade Brasileira de Pediatria, idealmente à partir da 32° semana de gestação.

São vários os objetivos dessa visita. É através desta que o casal poderá conhecer o pediatra, estabelecer um contato inicial, o que auxiliará muito na escolha de quem será o profissional que confiarão o cuidado e a assistência de seu futuro bebê. É muito importante que haja um canal aberto de comunicação entre ambas as partes, com uma boa relação de confiança.

Para essa consulta, é muito importante que a gestante leve toda sua documentação, como a carteira de pré-natal, exames realizados, carteira de vacinas. O pediatra fará todo o histórico da gestação, fundamental para o seguimento inicial do bebê, já que seu pequeno futuro paciente já traz um histórico desses meses de vida intra-uterina. É muito importante o conhecimento se a gestação foi desejada, planejada, se houve intercorrências clínicas ou ginecológicas com a futura mamãe, o resultado dos ultrassons morfológicos, das sorologias (de HIV, sífilis, hepatites, citomegalovírus, toxoplasmose, entre outras), das glicemias, hemograma, entre outras. Sobre as vacinas é checado e ressaltada a importância da vacina de coqueluche e gripe na gestação.

Muito importante para o pediatra também conhecer se a gestante possue algum hábito, como tabagismo, etilismo, uso de dorgas, entre outros. Essa informação também é importante a respeito do parceiro, pai do futuro bebê. Sempre é questionado e averiguado também se está sendo realizado o pré-natal do homem, ou seja, se o pai do bebê está realizando os exames e está saudável.

A partir de todas essas informações, será conversado sobre o parto: local onde está sendo programado, qual a via de parto desejada. É nesse momento, que respeitando as indicações obstétricas, o pediatra poderá ressaltar todas as grandes vantagens do parto normal, tanto para o bebê quanto para a gestante. É ressaltado a importância do parto humanizado, da presença do pai na sala de parto nesse momento e da necessidade de colocação do bebê em contato com a pele da mãe, no seu colo, imediatamente após o período expulsivo do parto, desde que as condições clínicas do bebê permitam. É a partir desse momento, que se inicia a construção do vínculo mãe-bebê nessa nova fase, dando continuidade ao trabalho iniciado durante a gestação. Recomenda-se sempre, desde que o bebê e mãe estejam em condições clínicas adequadas, que a dupla permaneça em alojamento conjunto.

Será orientado todos os procedimentos do recém nascido na maternidade, seguimento clínico, perda de peso esperada, testes de triagem (pezinho, auditiva, reflexo vermelho, frênulo lingual, cardiopatia), vacinação de hepatite B e BCG, armazenamento de células tronco.

Durante essa consulta o casal e especialmente a mãe está calma, querendo informações, com a atenção totalmente focada na consulta. É importante aproveitar esse rico momento e falar sobre a importância e todos os benefícios do aleitamento materno, assim como o preparo da mama, dificuldades que podem ocorrer, pega, sucção, o que esperar nos primeiros dias, mito do leite fraco, complicações (fissuras e ingurgitamento e suas soluções), amamentação livre demanda, risco de uso de outros tipos de leite e bicos, papel do pai na amamentação. Essas orientações auxiliam muito para garantirmos o sucesso da amamentação. Ressaltamos que o leite materno é o melhor alimento a ser oferecido para o bebê nos primeiros 6 meses de vida e que o aleitamento materno traz vantagens não apenas para a saúde do bebê, mas também para a da mãe.

A finalização da orientação é feita com a programação da primeira consulta do bebê, explicando qual será a periodicidade dessa e como se procede o seguimento. É conversado sobre cuidados gerais com o bebê, ritmo de sono, cuidados com o coto umbilical, higiene, entre outros.

Gestantes, não percam a oportunidade dessa conversa com o pediatra. Ele será um profissional que pode somar muito nas suas orientações, preparando o casal para esse momento tão especial que é a chegada do bebê!!!

Imagem: www.google.com.br

Daniela Vinhas Bertolini - CRM 85228

Compartilhar!

    No Comments Yet.

    Leave a comment

    You must be Logged in to post a comment.