Amamentação

Porque é importante consultar um pediatra durante a gestação?

A atuação preventiva se inicia antes mesmo do bebê nascer, durante a realização de consulta pré-natal no pediatra com as gestantes. Esse tipo de consulta é bastante recomendável, pois são nessas visitas ao pediatra que as futuras mamães serão orientadas sobre a assistência e práticas de cuidados com os recém-nascidos, tais como:

 

  • Momento do parto e estadia na maternidade (o que esperar, quais procedimentos serão feitos com o bebê);
  • Cuidados gerais: ritmo de sono, banho, cuidados com o coto umbilical, orientações de Higiene, vacinas a serem administradas;
  • Testes de triagem recomendados (pezinho, auditivo, entre outros);
  • Armazenamento de células-tronco;
  • Questões ligadas ao aleitamento materno.

Garantindo o sucesso na amamentação

Sabemos que até os 6 meses de idade o leite materno é o melhor alimento para o bebê. Amamentar faz bem não apenas para a saúde do bebê, mas também para a saúde mãe, toda mulher, em condições saudáveis, é capaz de amamentar, porém, 43% das mães recentes param antes que o bebê complete 3 meses, segundo pesquisas realizadas pelo IBGE.

A educação e o preparo das mulheres para a lactação durante o período pré-natal comprovada­mente contribui para o sucesso do AM (aleitamento materno), segundo a Organização Mundial da Saúde. (1)

A consultoria em amamentação tem o propósito em aumentar a habilidade inata e confiança da futura mãe. Realizar ações educativas no decorrer de todas as etapas do ciclo gravídico-puerperal é muito importante, mas é no pré-natal que a mulher deve ser melhor orientada para que ela possa viver o parto de forma positiva, ter menores riscos de complicações no puerpério (pósparto) e mais sucesso no cuidado à criança e na amamentação(2), pois além de favorecer a saúde física de mãe e filho, amamentar também nutre o vinculo, alimentando os bons afetos para um desenvolvimento psíquico saudável.

Durante a assistência pré-natal, as mulheres serão informa­das pelo pediatra ou encaminhadas para o profissional em aleitamento, sobre:

  •  Os benefícios da amamentação;
  • As desvantagens do uso de leites e bicos artificiais;
  • O mito do leite fraco;
  • Amamentação em livre demanda;
  • As vantagens do contato pele-a-pele para a produção do leite;
  • Complicações mais comuns e como resolvê-las (ingurgitamento mamário / pega incorreta / rachaduras / descida do leite e outros);
  • O papel do pai na amamentação.

Receber orientação durante a gravidez contribui positivamente para o sucesso da amamentação, no entanto, esse não costuma ser o caminho adotado pela maioria, já que muitas mulheres acabam deixando para se preocupar com a amamentação quando já é hora de amamentar e, ao encarar algumas dificuldades, sem o devido auxílio e acolhimento, infelizmente, desistem. Por isso, nossa equipe do Cuidar Consultório, dentro de uma abordagem integral, queremos te ajudar a ser bem-sucedida também nesse processo que nutre não só o corpo, mas também as emoções, converse com a nossa Pediatra ou com nossa consultora em amamentação.

Referências:

  1. World Health Organization. Evidence for the ten steps to successful breastfeeding. Geneva: World Health Organization; 1998.
  2. Rios CTF, Vieira NFC. Ações educativas no pré­-natal: reflexão sobre a consulta de enfermagem como um espaço para educação em saúde. Ciênc Saúde Coletiva 2007; 12(2):477-86.
  3. ORIENTAÇÕES SOBRE AMAMENTAÇÃO NA ASSISTÊNCIA PRÉ-NATAL: UMA REVISÃO INTEGRATIVA - Rene, vol. 11, Número Especial, 2010

Sociedade Brasileira de Pediatria: www.sbp.com.br